ShowCase simplifica a distribuição nas emissoras

Destaque na NAB Show 2019, o SPLICER é a nova solução da ShowCase PRO para tornar o controle e distribuição de programas e comerciais em afiliadas e repetidoras mais compactos e econômicos. A Ideal TV é a primeira emissora a adotar a tecnologia através de uma interface WEB são feitos todos os comando remotos para comandar o corte de sinais em repetidoras e estações de transmissão.

Coordenar a distribuição de programações nacionais e regionais num país com as dimensões do Brasil é um enorme desafio para as emissoras de televisão. Além das afiliadas, as repetidoras localizadas em pontos remotos exigem atenção extra, pois necessitam de inúmeros equipamentos, infraestrutura e pessoal. Entretanto, nem sempre é viável manter uma operação completa. Os casos mais críticos estão nas repetidoras da região da Amazônia Legal, onde as emissoras têm licença para transmitir três horas de programação local.

Para simplificar o gerenciamento de programações e comerciais nestas regiões, a fabricante brasileira ShowCase PRO apresentou o SPLICER durante a NAB Show 2019, em Las Vegas. Através de comandos remotos para inclusão de metadados nos identificadores (PIDs) do fluxo de transmissão (Transport Stream), a solução de ponta a ponte permite alternar entre sinais diretamente na etapa final de transmissão. Quando recebe estas informações, o SPLICER localizado na torre de transmissão sabe o momento exato de comutar entre um sinal recebido por satélite e outro enviado por micro-ondas, por exemplo.

Através de um canal de retorno via internet, as centrais técnicas têm a visão geral da operação em qualquer ponto da rede, facilitando a exibição de conteúdos segmentados, inserção publicitária e programação regional em pontos remotos. Com interface WEB e estrutura mínima de hardware, a solução gera economia substancial em qualquer operação de broadcast.

Nas demonstrações realizadas durante a NAB Show 2019, os visitantes puderam testar todas as funcionalidades do SPLICER no estande da ShowCase PRO. Lá foram apresentados exemplos de gerenciamento da distribuição de sinais, com o mais preciso processo disponível no mercado para corte e emenda de Transport Stream (TS), sem qualquer tipo de recodificação. Em emissoras, afiliadas ou repetidoras, o SPLICER atende com perfeição a comutação entre sinais de rede (NET) e locais, sem causar desconforto para o telespectador, mantendo inclusive a geração das legendas ocultas exigidas por lei.

Operação na Amazônia Legal

A Ideal TV foi a primeira rede de televisão a adotar a tecnologia do SPLICER no Brasil. O Diretor de Operações Valter Pascotto conta que estudava formas de alternar à distância os sinais das suas repetidoras, “sem precisar de ima pessoa ao lado do transmissor cortando os sinais entre a programação nacional e local”. Após analisar as propostas disponíveis no mercado, coube ao Supervisor Técnico Olieder Barboza definir com a equipe de Pesquisa & Desenvolvimento da ShowCase PRO como o SPLICER deveria funcionar na operação da Ideal TV.

A primeira cidade a operar com a nova tecnologia é Cuiabá, capital do Mato Grosso e parte da Amazônia Legal. “Nós colocamos um PID (código identificador) na subida de satélite em São Paulo para controlar o corte entre as programações. Tudo é executado através da interface WEB, explica Barboza. O SPLICER ocupa 1 RU no mesmo local onde estão o multiplexador, transmissor e a antena da emissora, recebendo os sinais de satélite e da programação local para realizar as comutações. “Em Cuiabá, chega o SPLICER um TS do satélite, enquanto a programação local chega em SDI por link. O SDI é convertido para TS em um encoder para ter as mesmas características do sinal via Satélite”. Após o chaveamento entre os sinais de Transport Stream feitos pelo SPLICER, o stream segue para o multiplexador e a transmissão.

A solução está alinhada às normas Sistema Brasileiro de Televisão Digital, detalha Valter Pascotto: “A vantagem da solução da ShowCase PRO é que, além de permitir o corte à distância, também insere a informação de CLOSED CAPTION na programação local, deixando-nos seguros em relação a acessibilidade”. Graças à tecnologia de inteligência artificial desenvolvida pela ShowCase PRO, esta função não depende da intervenção humana.

A operação remota do SPLICER pode ser automática ou manual. A Ideal TV optou por fazê-la da forma manual, pois muitas entradas locais são ao vivo e dependem de coordenação entre as partes. A central técnica da emissora em São Paulo acompanha os cortes na programação de Cuiabá através do canal de retorno.

“Temos enorme satisfação em fornecer à Ideal TV uma solução completa através da tecnologia embarcando no SPLICER”, destaca Marco Antônio Melo, diretor da ShowCase PRO. “Conseguimos diminuir drasticamente os custos de distribuição ao mesmo tempo em que garantimos total controle e supervisão da programação.

Uma marca que expressa a busca por inovação através da tecnologia para impulsionar o potencial humano.
Post criado 71

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo